Professor da UFC explica que erupção de vulcão nas Ilhas Canárias não preocupa litoral do Ceará com risco de tsunami. A erupção do vulcão espanhol de Cumbre Vieja em La Palma, nas Ilhas Canárias, não deve preocupar o litoral cearense, segundo Carlos Teixeira, professor do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará (UFC).


O vulcão entrou em erupção no último domingo (19), lançando uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul da ilha. O fenômeno acende um alerta na população local, mas não deve impactar a costa brasileira.O professor da UFC, doutor em oceanografia pela University of New South Walles, na Austrália, comentou sobre a erupção e o risco de tsunami.


“É um começo na verdade, mas a mensagem é a mesma: não há motivo para preocupação. Não há risco iminente de tsunami, não há nenhum aviso. Então, não se preocupem, a gente está monitorando, acompanhando as notícias, mas não há nenhum motivo para preocupação”, continua, “a probabilidade da gente ter um tsunami é muito pequena. E mesmo que a gente tivesse, nem todo tsunami é aquela coisa de filme, de 30 metros. Tsunami é uma onda que pode ter centímetros, que é o que acontece na maior parte das vezes, mas nem isso a gente tem no momento”, explica o professor.

Redação e edição: Rádio Metropolitana Am 930