Três óbitos causados pela variante Delta já foram registros no Ceará. O Estado soma 208 casos registrados de infecção pela variante do coronavírus, de acordo com dados da Secretaria da Saúde do Ceará (SESA). O órgão disse que acompanha com atenção a expansão dos casos de infecção por variante Delta do coronavírus em residentes e viajantes no estado. Em relação aos óbitos, o rastreamento e a busca ativa realizada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) detalha que as vítimas são três homens, com idades de 41, 45 e 69 anos. Dois deles são residentes de Fortaleza, ambos sem histórico de viagem e não vacinados; o terceiro é um viajante filipino, tripulante do navio Pretty Lady, que registrou surto de Covid-19 entre os embarcados enquanto estava ancorado no Porto do Mucuripe.
 
Entre os pacientes identificados com a cepa indiana, 105 são homens e 103 são mulheres, com idade entre 20 e 49 anos. Os dados são contabilizados nos sequenciamentos genômicos das amostras positivas de Covid-19 realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Do total de 208 casos, 86 pacientes relataram ter tomado pelo menos uma dose de imunizante. Destes, 46 têm as duas doses.
 
Já são 37 municípios cearenses com residentes infectados pela variante: Aquiraz, Aracati, Beberibe, Camocim, Cascavel, Caucaia, Choró, Crateús, Eusébio, Fortaleza, Hidrolândia, Ibiapina, Icó, Iguatu, Ipaporanga, Ipu, Ipueiras, Irauçuba, Itapipoca, Jaguaretama, Maracanaú, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Paraipaba, Pentecoste, Poranga, Quixadá, Quixeramobim, Redenção, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tauá, Tianguá, Umirim.

Redação e edição: Rádio Metropolitana Am 930