Ataque suicida deixa mais de 100 vítimas no Afeganistão. Um ataque à bomba atingiu uma mesquita situada na província de Kunduz, na região nordeste do Afeganistão, deixando 100 pessoas entre mortos e feridos, conforme agência da ONU. Imagens mostraram corpos rodeados por destroços dentro da mesquita, que é usada por pessoas da comunidade muçulmana xiita minoritária. “As informações iniciais indicam que mais de 100 pessoas morreram ou ficaram feridas em uma explosão suicida dentro da mesquita”, disse a missão das Nações Unidas no Afeganistão em um tweet.

 

 

Até então, nenhum grupo se responsabilizou pelo ataque. A explosão ocorreu após vários ataques, incluindo um em uma mesquita em Cabul, nas últimas semanas, alguns dos quais foram reivindicados por militantes muçulmanos sunitas do Estado Islâmico. Uma autoridade do Talibã, falando sob anonimato, disse que pelo menos 28 pessoas foram mortas e dezenas de outras ficaram feridas na explosão desta sexta-feira.

 

Os ataques reforçaram os desafios de segurança para o grupo Talibã, que assumiu o controle do país em agosto e desde então realizou operações contra células do Estado Islâmico em Cabul. “Esta tarde, uma explosão ocorreu em uma mesquita de nossos compatriotas xiitas […] Como resultado, vários de nossos compatriotas foram martirizados e feridos”, disse o porta-voz do grupo fundamentalista, Zabihullah Mujahid, no Twitter.

Redação e edição: Rádio Metropolitana Am 930