Os oito militares do Exército responsáveis pela morte de músico e catador são condenados à prisão. Por três votos a dois, oito militares do Exército foram condenados na madrugada desta quinta-feira (14), pela morte do músico Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, e o catador de materiais recicláveis, Luciano Macedo, em abril de 2019, em Guadalupe, Zona Norte do Rio de Janeiro, a sentença foi anunciada depois de mais de 15 horas de julgamento. Segundo a decisão, o tenente Ítalo da Silva Nunes, que chefiava a ação, foi condenado a 31 anos e seis meses de reclusão, e os outros sete militares foram condenados a 28 anos de reclusão, pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Outros quatro militares que estavam no local no dia do crime foram absolvidos, já que não teriam atirado contra as vítimas. Os 12 foram absolvidos pelo crime de omissão de socorro.


Redação e edição: Rádio Metropolitana Am 930